27.8.05

O conceito do Escravo Feliz


Queria se afogar sozinho naquele mar de esperança, se jogar sorrindo daquele prédio de expectativas.
E cantava aquela música diferente de todas as outras.
E cada um cantava uma música diferente de todas as outras.
Mas estava misturado. Misturado em uma multidão. E de longe aquilo soava como sinfonia...

2 comentários:

ludmilesca disse...

As mãos pegaram os sorrisos certos!
Essa foto merece um quadro!

Vanessa disse...

haha muito legal, a foto tbm!! ;D
Valeu pelo comentário lá no blog, realmente as influências clariceanas são fortes... eu imitei dela este método de começar um texto com vírgula. Leia "uma aprendizagem ou o livro dos prazeres", q vc vai entender tudo. hehe ;o****