17.1.06

sem vírgulas por hora

Nos olhos três pupilas
Escorriam em três os pontos
eram aquelas malditas reticências...
elas vinham sempre por motivo nenhum
e um gigante ponto de interrogação vinha depois

Era o garoto motivo nenhum
plantou sorrisos
semeou tristezas...

Era de espanto que via os sulcos de sua enchada
Esguichava lágrimas como petróleo
tinha valor de troca
mas não comprava nada...

esperava outra vírgula no ponto de ônibus

mas era a condução da culpa que vinha chegando

Era melhor ir a pé
o demorado as vezes recompensava...

(sem vírgulas pelo menos se escreveu sem pontos finais...)

3 comentários:

Olhos Clínicos disse...

Toma uma:
,

Que mais???
,,,,,,,,,,,,,,,

E que tal?
(,,,)!

Amo Você pra Sempre!

Marcelo Soli disse...

lah vem o garoto carregando um livro de gramatica debaixodo bra;o...uhauhauhauha

ludmilesca disse...

como é que pontuações são tão significativas?

às vezes elas são apenas formas,nós é que transbordamos de significações.

Acho isso bonito no homem.