18.10.07

O quanto se pode saber?

É mesmo questão de cabeças grandes mesmo essas coisas de pensar.(sem piadas por favor) O fato é que parece sempre existir um monte de tudo pra aprender de qualquer pouca merda.

Qualquer cantinho da sua sala ou da sua conciência. Desde os créditos que sobem no final da projeção do seu filme favorito até o motivo que fazia Carlota Joaquina preferir roupa de baixo amarela(será que usava mesmo?). O fato é que o saber se acumula nessas cabeças grandes e cheias de certezas virando uma espécie de religião.

Um cara pra lá de bacana no meu ver foi o Sócrates. Putz, o maluco ficou um tempão observando e pensando no mundo. Devia ter a cabeça do tamanho de um ônibus. Acontece que depois de quase explodir o tutano ele chegou com a brilhante frase: "Tudo que sei é que nada sei."

!!!

Calma aí, não ria ainda. Imagina só na época. Sujeito granfino ia procurar o homem sábio na Grécia(Grécia mesmo?) e ele não respondia nada, só perguntava. Que porra é essa? Vos pergunto.

Mas pensa um pouquinho só na época. Se bem me lembro das minhas mau dadas aulas de filosofia e a pseudo-aula-livro filosófica ministrada no Mundo de Sofia, os gregos tinham acabado de deixar de acreditar em um modelo místico-religioso de verdade no mundo. Como eu costumo questionar essas coisas, acredito que na verdade só quem entrou de bonde nessa história tenham sido os "endinheirados" da época. Dúvido que servo ou escravo, ou como quer que chamavam a classe dos domindados tinha entrado nesse lance. Quase como o lance de Inclusão Digital, saca? Muita gente ainda deveria acreditar que podia responder tudo com oração, ou oferenda, oráculo ou sei lá o que.

O fato é que os ban-ban-bans da época acreditavam no poder do discurso. Como não existia um a verdade absoluta o lance era saber enrolar a língua e dar volta. Na verdade? Era um monte de advogado misturado com Zé Carioca.

Aí, chega esse sujeito. Que possivelmente gastou parte do tutano dele matutando aquilo tudo. Falou que verdade, algo universal que servia a todos existia. Só que ele não tinha descoberto...

E eu aqui fazendo pesquisa sobre montagem(ou seria edição de vídeo, um termo mais atual) cinematográfica(as vezes rola na internet) de trailers(ih, expressão estrangeira tem que ser com itálico...). E pra isso tenho que estudar até teorias de cognição e antropologias consumistas a parte...

Era sobre o que que agente tava falando mesmo?

(Só pra constar a existência de Sócrates é questionada. Alguns estudiosos desse tão muito que se tem pra se saber afirmam que ele poderia ter sido uma criação de Platão)

Todas as informações contidas aqui não tem embasamento científico nenhum. Muitas possívelmente estão erradas e sendo assim não servirão para conclusão nenhuma. Alias nem pense em usar isso em algum trabalho sem ser vítima de riso.

6 comentários:

Rebeca dos Anjos disse...

Isso mesmo, faz esse negócio com paixão!!! Tenho certeza que será mais um desses seus trabalhos sensacionais!

Faltou falar do cara do barril... hahahahahahahahaah!!!

Cláudia Banegas disse...

Os gregos nem sempre foram poetas...e as conclusões de Sócrates não são poesia... ele pensava demais!! Rs...
Publiquei no Borboletando do blogspot, um indriso. Se quiser ler mais, até hoje escrevi 10. Estão publicados na comunidade "Cláudia Banegas" no Orkut. Alguns estão também no próprio site do Isidro, o Indrisos.com (www.indrisos.com).
Sucesso pra ti e ótimo fim de semana!

Cláudia Banegas disse...

Oi! Li o texto das bolhas de sabão, mto interessante...ah! o nome é indriso e não insidro...Isidro é o criador, indriso, a forma poética, derivada do soneto. Volte sempre, venha sempre borboletar...bjão!

to0T41 disse...

Vindo de ti a junção dos vocábulos "cabeça" + "GRANDE"
e não querer uma piada é demais... é tudo q sei!
Abs

Heloisa disse...

Olá!

Estive passeando pelos teus arredores e me deparei com este blog.
Há pouco tempo produzi um pra mim, inclusive! Mas esse não é o caso.
Queria apenas registrar aqui, que tua forma de escrita é super original e momentânea. A literatura brasileira necessita desses impulsos que são contidos pelo medo diplomático de alguns!
Um abraço e bons escritos!

Heloisa Rech

to0T41 disse...

Já q tu não atualiza, to relendo este aqui !!! Muito bom ...
Abs