5.2.07

despedida

esses negócios de sentimento é coisa pra lá de confusa
viu

é água pouca pra muito copo
e quando se bebe
no ultimo gole

é que se vê
ainda tem sede

E NÃO SOBRA MAIS NENHUMA GOTA
SOBRAM LÁGRIMAS...

4 comentários:

Rebeca dos Anjos disse...

É.

Te amo. Obrigada por tudo!

Thais. disse...

daqueles "trem" que engasgam.

Fabiano Silmes disse...

Por Infinita sede... mais é a dor que fica em lágrimas a se derramar em pensamento...Um poema que fala em silêncio e em silêncio grita.

Abraços

ludmilesca disse...

Despedida é uma daquelas coisas da vida que faz faltar palavra pra dizer tamanha tristeza.

Aperta, só aperta.

Mas rapidinho a gente vai levando a esperança de voltar. E Rebeca vai fazer isso com muito gosto porque é positiva!

beijo beijo