30.10.09

oãmartnoc

Gabriel era sujeito de cabeça que se sabia prática.

Pois que ainda em caráter de pequeno aprendeu que o trânsito tinha sentido. A experiência ensinou e ele aprendeu a atravessar a rua olhando para o sentido que os carros vinham.

morreu atropelado na contramão

14 comentários:

to0T4L disse...

Isso que dá acreditar em tudo o que os outros falam. E assim morremos dariamente, em todos os sentidos, pela falta do próprio.

Rebeca dos Anjos disse...

É. A praticidade também engana. Números às vezes não mostram tudo, análises são desmascaradas pelo improvável e o coração, sufocado, desiste de insistir na sua proópria voz (de tão emocional que é).

A gente continua vivendo procurando o equilíbrio. Acho que estamos no mundo pra isso.

Tô num momento tão prático da vida, que até me senti mal: tomara que eu não morra na contramão! =/

Beeeijo querido!!

vonomatopeia disse...

morre na contramão quem na acredita no coração

su disse...

O acaso espreita todos os lados e não tem em conta o esperado e o previsível...

ludmilesca disse...

Eu fui atropelada com 8 anos por um carro na contramão mané, zoa não!

fabiano Silmes disse...

Às vezes os caminhos certos e as atitudes corretas são as mais perigosas quando o acaso entra em jogo...Ele é contras as regras e não perdoa aquele que não sabe improvisar...

Abraços.

wesley iogi disse...

Adorei! Vamos sempre olhar para os dois lados.. em todos os sentidos :)

Dri Viaro disse...

Oi , passei pra conhecer seu blog, e desejar bom dia

bjss

aguardo sua visita :)

Pri disse...

O cara do carro fugiu?


kkkkk

só pra ser diferente amigo :P

Pri disse...

ahhhh mudei o nome do blog

http://ailesdefee.blogspot.com/

hauhauhua tava brega demais outro, nome em francês é mais bunito

hauhuahuahuauoaioaioaioaoaioiaoa

Cláudia Banegas disse...

Convido a visitar o Borboletando Poesia
http://claudiabanegas.zip.net
Abraços!

Geraldo Brito (Dado) disse...

Irônias do destino... Parabéns pelo blog!

www.penabilisim.com disse...

pena hosting
mikroskop

Felicidade Clandestina disse...

assim que acabei de ler, me veio os versos da canção do Chico na cabeça...


"[...]
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego.
[...]
Agonizou no meio do passeio náufrago
Morreu na contramão atrapalhando o público.
[...]
Morreu na contra-mão atrapalhando o sábado."