20.10.05

Eu

Eu sou uma bola de espinhos a rolar! Aonde passava ferimentos escorriam!
Na minha testa tem um sorriso pintado! As pessoas enxergam a felicidade ali!

Não tinha nunca como ser suficiente, bolas de espinhos só servem pra machucar.
Talvez fosse melhor parar... Fincavasse em tábua de madeira...

E parava, e a monotonia daquela prisão salvaria todas elas...

Não me abrace, ou abrasse, e foda-se como se escreve isso!

Eu sou uma bola de espinhos

3 comentários:

Marcelo Soli disse...

se você tá dizendo...quem sou eu pra contestar....hauhauaha

Olhos Clínicos disse...

(...)!

kitsune disse...

CARALHOOOOOOOO!!!! muito punk!!!! punk mesmo!!!! adorei!!!

mas vc não é assim não... é mentira...

mas tá tá punkzão...fodah