16.4.09

Acontece de ser verdade

Acontece de ser verdade. É sempre assim.
Foi que hoje é dia diferente.

Aconteceu quando os olhos de descaso, daqueles que se vê tudo menos o que está na frente do rosto, que passarinho passou na frente e despertou o rapaz do transe. Olhou meio que espantado com aquela sensação de lembrança adormecida, os olhos miravam o indicador dormente. 

Acontece que lá nos idos da sua mocidade colocou laço no dedo. Não lembrou o porquê daquilo na hora, mas que aquela sensação fazia bem, ah, isso fazia.

Meio que veio coragem sabe se lá Deus d'onde e o rapaz DECIDIU os sorrisos de seu dia.

Olhou pras caixas cinzentas de janelas que o apertavam no meio, e DECIDIU apontar pro céu.
Era nuvem bonita, sol que brilha, alto de árvore e folha caindo.

DECIDIU que o vento sorria no seu rosto e choveu
DECIDIU que se parasse ficaria mais limpo.

DECIDIU não ouvir pra todos aqueles poetas que arremessavam palavras que não acreditavam.
DECIDIU que essas pessoas eram tristes nem se entendiam direito.
DECIDIU não pensar naquilo.

E, no meio daquilo tudo, com o dedo em riste pra si mesmo, lembrou.

Lembrou daquela criança ruiva de cabelos encaracolados que corria e ralava os joelhos. Que chorava por que tinha medo de crescer e chorou também.

A criança falou: "Moço, você é grande. É feio chorar. Brinca comigo um pouquinho?" 
Ele brincou. 
Ele viu. 
A criança era maior que tudo que ele era ou tinha feito, era ela que guiava seus passos de adulto por aqueles caminhos de asfalto e setas que não apontam pra lugar nenhum.

E foi no meio daquela brincadeira infantil que brotou em seu pensador: A criança não tinha medo de crescer, não que ela soubesse disso na época, colocou o laço pra ele pudesse entender aquilo com olhos de adulto: "Tens o compromisso de lembrar tudo aquilo tu és."

Mais de vinte anos os separavam e mesmo assim DECIDIU agradecer o moleque que nunca largou da sua mão, e sorriram um pro outro.

Tudo iria ficar bem.

4 comentários:

ludmilesca disse...

acontece toda vez que se descobre lirismo.

lindo, amigo!

Rebeca dos Anjos disse...

Lindo, lindo e lindo.

Mesmo.

=D

fabiano Silmes disse...

Cara show de bola...muito lírico esse texto...

Abraços,EVOÉ!!!!

Pri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.