22.4.09

Passou

E quando me dei conta vi que a vida era um mundão de coisa pra se fazer que nem dava.

Foi ai que inventei um monte de fórmula com matemática nenhuma pra calcular o que queria e o que não queria fazer.

Ainda nem dava.

Decidi então ser sujeito com pressa de vida, pois que pra quem espera a vida acontecer a vida não acontece.

Passa.

9 comentários:

Lou disse...

Gostei das digressões filosóficas que encontrei por aqui. :)

Abraços e obrigada pela visita!
Lou

Adriana Godoy disse...

às vezes acontece e você não percebe, passa...é isso.

nina rizzi disse...

olá :)

pelo jeito deixou de ser agente da passiva. só assim se é sujeito e não sujeitado, ainda bem que é ;)

o texto anterior, é uma sacada. pena que ps tios não as têm...

obrigada pela visita e comentário. é confuso, como quase todos meus poemas e prosas. é que misturo tempos (não só poéticos)... em rr, começa com enéas, que participou da guerra de tróia.. sem ele nada faz sentido, porque ele funda alba lorena e o rei de lá tem uma filha que se apaixona pelo deus marte. mais tarde o trono é tomado por um tirando que quer matar os guris... ademais vc já sabe, hm? anacrônico nénão, que não tenho olhos presentes no passado :p

ah, como me achaste, moço?
beijo :)

Hercília Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hercília Fernandes disse...

Parabéns pelas palavras e reflexões. Gosto de textos que me levam a refletir o estar no mundo.

Abraços :)
H.F.

nina rizzi disse...

empírico,

genética é mania de grandeza de rômulo (ele quer ser astro!), assim como a de sua mãe, ora, se apaixonar logo por um Imortal. o mito é da criação de roma e não de rômulo, logo ele tem uma carga genética (não? rs).

quanto as palavras,, vejamos
: anacrônico >> 1. que não condiz com a cronologia. bem, isso não é o caso do poema, hm ;) uma outra atribuição pra anacronismo é "olhar o passado com olhos do presente". e aí também não condiz, já que faço praticamente um elogio ao rômulo ;)

e, é claro que a crítica é construtiva :) que é o poema é confuso, isso lá é. e até horrível, se vc quiser, que é horrível e mesmo triste de tão conceitual; e é seu agora que lê, meu foi enquanto o escrevia. propriedade de c* é rol* ;)

sem msn. gradicida. inté :)

May Mello disse...

que a pressa de vida se diferencie de viver com pressa.
que a pressa de vida se concretize em viver.
pois quem vive com pressa perde detalhes e quem só tem a pressa de viver mas não vive, 'a vida não acontece. passa.'


[brigada pelo comentário e volte sempre!! =)]

f@ disse...

é urgente viver tudo o resto acontece calculado ou não com fórmulas infalíveis...
o que eu não queria...
mas dava o que eu queria não dava...
... acontece tecer devagar e em silencio a vida rapidamente...

beijinhos

Isa disse...

eu me sinto muito assim. muitas vezes.